Bomba em ônibus mata 15 funcionários do governo no Paquistão

Em Peshawar

A explosão de uma bomba em um ônibus que levava funcionários do governo na cidade paquistanesa de Peshawar matou 15 pessoas nesta quarta-feira (16), disseram autoridades, e um grupo militante assumiu a responsabilidade, dizendo se tratar de uma vingança pelas penas de morte impostas a islamistas.

O ataque aconteceu em uma rua movimentada depois que o ônibus recolheu funcionários do governo em bairros ao redor de Peshawar para levá-los para trabalhar na cidade.

O policial veterano Mohammad Kashif afirmou que 15 pessoas foram mortas e que 35 ficaram feridas. Um funcionário de um hospital disse que o saldo de mortos provavelmente irá aumentar.

"É prematuro comentar sobre a natureza da detonação, mas parece que os explosivos foram postos dentro do ônibus", disse Kashif. "Havia entre 40 e 50 pessoas no ônibus".

O grupo Lashkar-e-Islam, facção militante aliada ao Taliban do Paquistão, assumiu a autoria do ataque, que disse ser uma retaliação pela pena capital atribuída a 13 militantes por um tribunal militar na terça-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos