Premiê da China diz que economia não terá pouso forçado se reformas continuarem

PEQUIM (Reuters) - O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, afirmou que embora persistam as pressões sobre a economia, o país não verá um pouso forçado desde que as reformas continuem.

As reformas da China do lado da oferta vão desencadear novos motores de crescimento, afirmou Li em entrevista à imprensa nesta quarta-feira ao final da reunião anual do Parlamento.

(Reportagem de Jason Subler)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos