STF rejeita pedido de Delcídio para suspender processo no Conselho de Ética do Senado

(Reuters) - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello negou nesta quarta-feira o pedido de liminar apresentado pelo senador Delcídio do Amaral (MS) para suspender o andamento do processo disciplinar contra ele no Conselho de Ética do Senado, informou o STF.

A representação contra Delcídio foi protocolada pela Rede Sustentabilidade e o Partido Popular Socialista (PPS) com o intuito de apurar suposta quebra de decoro parlamentar do ex-líder do governo no Senado, que foi preso em novembro do ano passado acusado de tentar obstruir as investigações da operação Lava Jato.

Delcídio, que pediu desfiliação do PT, foi solto em fevereiro por decisão do STF e decidiu fazer um acordo de delação premiada sobre o esquema de corrupção envolvendo a Petrobras, outras empresas, políticos e partidos.

O conteúdo da delação do senador foi divulgado na terça-feira pelo STF após a homologação do acordo pelo ministro da corte Teori Zavascki. Em seu depoimento, Delcídio fez denúncias contra diversos políticos, incluindo a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o senador Aécio Neves (PSDB-MG). [nL2N16N1T6]

(Por Caio Saad, no Rio de Janeiro)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos