Associação de agricultores de MT pede impeachment de Dilma

SÃO PAULO (Reuters) - A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) pediu nesta quinta-feira a "restauração" do estado de direito no país e a "imediata substituição do governo federal", que ocorreria por meio do impeachment de Dilma Rousseff, após a nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil.

Segundo a Aprosoja, que representa agricultores no principal Estado produtor de grãos do Brasil, a nomeação do ex-presidente investigado no âmbito da operação Lava Jato "é um desrespeito à soberania nacional brasileira".

A associação indicou que, para a substituição do governo, "ressaltamos a importância fundamental dos Poderes Judiciário e Legislativo, instâncias capazes de colocar em prática o processo de impeachment e de garantir as condições necessárias para a construção de um novo governo no país".

A Aprosoja disse ainda que convocou representantes do setor produtivo para que participem de reunião de mobilização na sede do Senar-MT na próxima segunda-feira, em Cuiabá, para discutir as formas de manifestação e participação cívica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos