TSE unifica ações que pedem cassação de Dilma e Temer

(Reuters) - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro José Dias Toffoli, determinou nesta quinta-feira a unificação das quatro ações que pedem a cassação da presidente Dilma Rousseff e o vice-presidente Michel Temer, informou o TSE em seu site.

Dias Toffoli disse que os processos tratam sobre o mesmo tema e “devem ser reunidos em prol da racionalidade e eficiência processual, bem como da segurança jurídica, uma vez que tal providência tem o condão de evitar possíveis decisões conflitantes”.

De acordo com o TSE, o ministro determinou a redistribuição à corregedora-geral da Justiça Eleitoral, ministra Maria Thereza, e o encaminhamento do processo ao gabinete da Corregedoria-Geral Eleitoral.

Todas as quatro ações no TSE apontam irregularidades na campanha eleitoral de 2014. As ações podem resultar na cassação da chapa encabeçada por Dilma e vencedora da eleição presidencial do ano passado, derrotando no segundo turno o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG).

Em dezembro de 2014, o TSE aprovou com ressalvas a prestação de contas da campanha eleitoral de reeleição da presidente Dilma.

(Por Tatiana Ramil; edição de Raquel Stenzel)

((tatiana.ramil@thomsonreuters.com; 5511 56447765; Reuters Messaging: tatiana.ramil.thomsonreuters.com@reuters.net))

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos