Ataques na capital da Turquia deixam 4 mortos; não há militantes envolvidos

ANCARA (Reuters) - Quatro pessoas foram mortas em dois tiroteios separados nesta sexta-feira na capital da Turquia, Ancara, cidade que está sobressaltada desde os atentados suicidas do final de semana passado, mas nenhum militante se envolveu nos incidentes, disseram jornais locais e uma autoridade.

Um policial atirou em uma colega de corporação no bairro de Dikmen, próximo de edifícios militares e governamentais, relatou o diário Hurriyet, sem dar detalhes. Uma autoridade confirmou que uma pessoa foi alvejada pela polícia, mas disse que "com certeza" não foi um ataque envolvendo militantes.

Em outro incidente, um homem disparou contra o irmão e a cunhada e depois contra si mesmo, disse o Hurriyet.

Ancara vive sob tensão desde que um grupo filiado ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla em curdo), que há três décadas comanda uma insurgência no sudeste turco, matou 37 pessoas no domingo por meio de um ataque suicida com carro-bomba em um movimentado terminal de ônibus no centro.

As missões diplomáticas aconselharam seus funcionários e cidadãos a evitarem o transporte público e grandes aglomerações, especialmente em 21 de março e nos dias próximos, quando os curdos comemoram seu festival de ano novo.

Em anos anteriores a data foi marcada por confrontos violentos entre manifestantes pró-curdos e forças de segurança.

(Por Ayla Jean Yackley, Orhan Coskun e Dasha Afanasieva)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos