Estivadores do Porto de Santos farão greve de 24 horas na segunda, diz sindicato

SÃO PAULO (Reuters) - O Sindicato dos Estivadores de Santos, São Vicente, Guarujá e Cubatão anunciou nesta sexta-feira que mais de 4 mil trabalhadores da categoria entrarão em greve no Porto de Santos na próxima segunda-feira.

A paralisação deve começar a partir das 7h e tem duração prevista de 24 horas, mas há possibilidade de ampliação para tempo indeterminado, caso não haja acordo com as empresas, disse o presidente do sindicato Rodnei Oliveira da Silva.

"Todos os terminais serão afetados", afirmou Silva, acrescentando que os navios esperando cargas não seriam carregados.

Não ficou claro que tipo de mercadoria poderia deixar de ser carregada, uma vez que alguns produtos, como soja, são transportados por esteiras.

Entre as reivindicações dos estivadores estão a participação nos lucros, ganho real de salário e reajuste de acordo com o índice da inflação, disse Silva, ressaltando que os trabalhadores estão dispostos a negociar.

"Apresentamos uma pauta com mais de 20 itens, as empresas não aceitaram nenhum. Até o momento, as empresas só ofereceram reajuste de metade do índice inflacionário", disse.

(Por Natália Scalzaretto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos