Garantias de asilo precisam prevalecer no acordo entre UE e Turquia, diz ONU

GENEBRA (Reuters) - A capacidade da Grécia de receber pessoas e avaliar pedidos de asilo precisa ser fortalecida para que o acordo entre a União Europeia (UE) e a Turquia funcione, enquanto os turcos precisam oferecer uma revisão justa e pronta para aqueles que necessitam de proteção, afirmou a Organização das Nações Unidas nesta sexta-feira.

Em comunicado, o Alto Comissariado para Refugiados das Nações Unidas disse que os que pedem asilo na Grécia devem ter “o direito de apelar antes de qualquer readmissão para a Turquia”.

"A recepção e outros procedimentos precisam estar prontos na Turquia antes de que qualquer um seja enviado de volta da Grécia. Pessoas determinadas sobre a necessidade de proteção internacional precisam ser capazes de ter o asilo sem discriminação, de acordo com os parâmetros internacionais aceitos”, disse a organização.

“Como esse plano vai ser implementado vai então ser crucial. Fundamentalmente, a resposta precisa ser sobre lidar com as necessidades sérias de indivíduos fugindo de guerra e perseguição.”

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos