Itália resgata 910 imigrantes em barcos e encontra um corpo

MILÃO (Reuters) - Mais de 900 imigrantes foram resgatados em quatro operações diferentes no Estreito da Sicília, neste sábado, e serviços de emergência recuperaram um corpo, disse a guarda costeira italiana.

No segundo ano da sua pior crise de imigração desde a Segunda Guerra Mundial, a Europa viu mais de 1,2 milhão de pessoas chegarem desde o começo de 2015, a maioria da África e do Oriente Médio.

A guarda costeira italiana continuou a resgatar imigrantes em dificuldades no trecho de água entre a sua costa sul e o norte da África, apesar de a maioria das pessoas que busca uma vida melhor na Europa ter optado pelas rotas menos perigosas da Grécia.

No sábado, a costa italiana disse que havia resgatado 378 imigrantes em duas operações separadas e encontrado um corpo. Outros 112 imigrantes foram acolhidos em uma operação da agência de fronteiras da União Europeia, Frontex, e outras 420 pessoas chegaram de barco sob outra missão da UE, pelo Mediterrâneo.

A guarda costeira não deu detalhes sobre as nacionalidade da vítima que resgatou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos