Suspeito de ataques em Paris é transferido para prisão belga

BRUXELAS (Reuters) - A polícia belga transferiu neste sábado o homem mais procurado da Europa para uma penitenciária de segurança máxima. Salah Abdeslam será interrogado sobre os ataques de Paris e possivelmente será formalmente acusado, um dia após sua prisão em um tiroteio ocorrido em Bruxelas.

Abdeslam, 26, a primeira pessoa suspeita de ter participado dos ataques de Paris a ser capturada viva, estava em um hospital de Bruxelas depois de ser atingido na perna durante uma operação da polícia perto da casa de seus pais.

Ele e um segundo homem, identificado como Monir Ahmed Alaaj, devem ser levados a um juiz, que os explicará as acusações que pesam sobre eles e autorizará uma prisão temporária por cinco dias.

Promotores belgas e franceses também estão discutindo no sábado como proceder com a investigação.

(Por Philip Blenkinsop e Hortense de Roffignac)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos