China diz que vai afastar riscos financeiros e se comunicar melhor com mercados

PEQUIM (Reuters) - A China tem muitas ferramentas para afastar os riscos financeiros e vai aperfeiçoar sua comunicação com os mercados, disse o primeiro-ministro, Li Keqiang, nesta segunda-feira.

Li disse à diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, que a China não vai se apoiar na depreciação do iuan para impulsionar suas exportações.

A China vai aplicar continuamente sua reforma cambial, mantendo o iuan basicamente estável enquanto permite a flutuação da moeda, disse Li em declarações publicadas no site do governo.

"A China desaprova a 'guerra cambial' no mundo, que pode apenas prejudicar a recuperação econômica global", disse.

(Reportagem por Kevin Yao)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos