Ações chinesas recuam com pressão de setor financeiro

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - As ações chinesas encerraram em queda nesta terça-feira, pressionadas pela venda generalizada de papéis do setor financeiro.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,73 por cento, enquanto o índice de Xangai teve baixa de 0,6 por cento. O subíndice financeiro caiu 1,34 por cento.

Vários analistas disseram que o principal fator para a queda foi a atual preocupação com os comentários do presidente do banco central chinês sobre capital especulativo e os crescentes níveis de endividamento do setor financeiro.

No restante da região, comentários mais "hawkish" de autoridades do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, nublaram a perspectiva de política monetária menos de uma semana após a chair do Fed, Janet Yellen, definir uma trajetória mais cautelosa para os aumentos dos juros este ano.

Às 7:33 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão operava estável. O índice Nikkei do Japão subiu 1,9 por cento, na máxima de uma semana, com a reabertura dos mercados após um feriado na segunda-feira. O iene mais fraco deu impulso às ações.

(Reportagem por Lisa Twanorite)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos