Comissão deixa delação de Delcídio fora de pedido de impeachment contra Dilma

BRASÍLIA (Reuters) - O deputado Rogério Rosso (PSD-DF), presidente da Comissão Especial que analisa a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, decidiu nesta terça-feira retirar a delação do senador Delcídio do Amaral (MS) do pedido de impedimento da presidente.

Rosso argumentou que é necessário ter “cautela jurídica” e que a comissão deve se prender à análise da denúncia originalmente aceita pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no ano passado.

O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) anunciou que iria recorrer da decisão de Rosso.

(Reportagem de Maria Carolina Marcelo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos