Número de mortos em ataques em Bruxelas sobe para 35, diz ministra da Saúde

Barbara Lewis e Philip Blenkinsop

Em Bruxelas (Bélgica)

O número de mortos nos ataques a bomba de terça-feira (22) no aeroporto de Bruxelas e em um vagão do metrô na capital belga subiu para 35, disse a ministra da Saúde do país, Maggie De Block, nesta segunda-feira (28).

"Quatro pacientes morreram no hospital. Equipes médicas fizeram tudo que era possível. Total de vítimas: 35. Coragem para todas as famílias", disse a ministra em publicação no Twitter.

O número inclui três suspeitos de terem atuado como homens-bomba nos atentados. Mais de 300 pessoas ficaram feridas.

O centro de crises da Bélgica já havia informado anteriormente que 28 das vítimas foram identificadas. Destas, 15 pessoas morreram no aeroporto, sendo seis belgas e nove de outros países.

Das 13 vítimas da explosão no metrô, 10 eram belgas e três estrangeiras.

Os estrangeiros mortos nos ataques eram de nacionalidade britânica, chinesa, holandesa, francesa, alemã, italiana, sueca e norte-americana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos