Atividade industrial da China cresce inesperadamente em março, mostra PMI oficial

Por Nathaniel Taplin e Pete Sweeney

XANGAI (Reuters) - A atividade do setor industrial da China aumentou em março pela primeira vez em nove meses, mostrou nesta sexta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI na sigla em inglês) oficial, ampliando as esperanças de que as pressões sobre a economia estão diminuindo.

Mas embora a produção tenha aumentado e as novas encomendas domésticas e do exterior tenham voltado a crescer, as fábricas ainda cortaram empregos a um ritmo significativo, destacando os riscos para os líderes em Pequim conforme eles tentam reduzir o excesso de capacidade.

O PMI oficial subiu para 50,2 em março, contra 49 em fevereiro, mas ainda somente um pouco acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

Já o PMI de indústria do Caixin e do Markit, que foca em empresas menores, mostrou que a atividade encolheu de novo em março, embora no ritmo mais lento em 13 meses, ao atingir 49,7, contra 48,0 em fevereiro.

"Considerando que as condições atuais seguem incertas, o governo precisa continuar com medidas moderadas de estímulo para reforçar a confiança do mercado", disse o economista-chefe do Caixin, He Fan.

Ampliando o humor cautelosamente otimista, o crescimento do setor de serviços da China foi forte. O PMI oficial de serviços do país subiu para 53,8 em março, ante 52,7 no mês anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos