É preciso fazer mais para evitar proliferação nuclear, diz comunicado de cúpula

WASHINGTON (Reuters) - Dezenas de líderes mundiais em uma cúpula nuclear organizada pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reafirmaram seu compromisso de combater a proliferação de armas e materiais nucleares, em comunicado emitido nesta sexta-feira.

É preciso fazer mais para impedir que atores não-estatais obtenham materiais nucleares e outros materiais radioativos, informou o comunicado.

"A ameaça de terrorismo nuclear e radiológico continua sendo um dos maiores desafios à segurança internacional, e a ameaça está em constante evolução", disse.

A cúpula ocorreu em meio a temores de que militantes do Estado Islâmico estão tentando recolher materiais nucleares para criar uma bomba suja.

(Reportagem de Jeff Mason e Timothy Gardner)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos