Esquerdista Veronika Mendoza aparece empatada em 2o lugar em pesquisa para eleição presidencial do Peru

LIMA (Reuters) - Uma candidata presidencial esquerdista que promete uma nova Constituição para enfraquecer a elite empresarial do Peru subiu 5 pontos em uma pesquisa de intenção de voto e foi vista como estatisticamente empatada no segundo lugar com o investidor Pedro Pablo Kuczynski.

Veronika Mendoza conquistaria 17,3 por cento dos votos válidos na eleição de 10 de abril, e Kuczynski 18,6 por cento, mostrou uma simulação de votação do instituto local Datum Internacional.

Keiko Fujimori, que há tempos lidera a corrida, ficaria a 8 pontos percentuais do mínimo de 50 por cento de votos exigidos para vencer já no primeiro turno, de acordo com os resultados da sondagem, que excluíram os 14,2 por cento de votos em branco e nulos.

A pesquisa feita entre os dias 28 e 30 de março com 1.511 pessoas, que receberam e preencheram cédulas de votação, tem uma margem de erro de 2,5 pontos percentuais.

O levantamento da Datum foi o primeiro a mostrar Veronika encostada em seu adversário ideológico Kuczynski na segunda colocação, o que irá permitir a qualquer um dos dois explorar a oposição a Keiko em um provável segundo turno.

(Por Teresa Cespedes)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos