Número de migrantes na Alemanha cai por controle de fronteiras em rota dos Bálcãs

BERLIM (Reuters) - O número de migrantes entrando na Alemanha pela Áustria despencou em março, para abaixo de 5 mil, devido à introdução de controles nas fronteiras em países ao longo da rota migrante dos Bálcãs, disse um funcionário do Ministério do Interior no sábado.

A chanceler Angela Merkel está sob pressão para cumprir uma promessa para desacelerar a chegada de migrantes e refugiados após 1,1 milhão de pessoas entraram na maior economia da Europa no ano passado, provocando temores sobre o custo e como integrá-los.

Em fevereiro, 38.570 migrantes chegaram à Alemanha via Áustria, já bem abaixo dos 64.700 em janeiro. A Áustria é o principal ponto de entrada para os migrantes que cruzam para a Alemanha.

A Áustria impôs restrições de fronteira em fevereiro, causando um efeito dominó na Europa que deixou milhares de pessoas - muitos fugindo da guerra e da violência na Síria e outros países - encalhadas na Grécia.

Crítica dos controles fronteiriços mais restritos, Merkel está apostando em um controverso acordo da União Europeia com a Turquia, que entra em vigor na segunda-feira, projetado para diminuir o fluxo de migrantes para a Europa Ocidental.

O acordo dá à Turquia benefícios políticos e financeiros em troca de receber de volta os refugiados e migrantes que cruzam para a Grécia. Críticos temem que esse acordo possa fazer a Europa assumir uma linha mais suave com Ancara em questões de direitos humanos.

(Por Madeline Chambers)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos