Ferrari ainda não mostrou a força que tem, diz Rosberg

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A Ferrari está mais próxima da Mercedes do que sugerem os resultados das duas corridas desta temporada da Fórmula 1 e parece representar um desafio real, de acordo com o atual líder do campeonato, o piloto Nico Rosberg.

O piloto alemão, que acumula o número máximo de 50 pontos depois de vencer na Austrália e no Barein, afirmou a jornalistas que ele não tinha ilusões em relação ao desafio que vinha pela frente.

"Nós sabemos que a Ferrari está muito perto, nós vimos isso nos treinos classificatórios, e nós precisamos seguir avançando”, disse Rosberg, piloto da Mercedes. “Eles não mostraram nessas primeiras duas corridas o que eles ainda podem fazer.”

"Eles tiveram tantos contratempos, e isso custou bastante para eles. Então, nós ainda não vimos a Ferrari verdadeira. Precisamos ser cuidadosos, eles estão vindo atrás da gente fortes.”

Ao mesmo tempo que a Mercedes venceu as últimas oito corridas, e Rosberg venceu as últimas cinco de maneira consecutiva, houve evidências que indicam que a Ferrari diminuiu a vantagem e poderia ter vencido na Austrália e no Barein.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos