Imigrantes devolvidos da Grécia chegam à Turquia sob acordo da UE

Por Dasha Afanasieva e Karolina Tagaris

DIKILI, Turquia/LESBOS, Grécia (Reuters) - Imigrantes enviados de volta da ilha grega de Lesbos começaram a desembarcar na Turquia nesta segunda-feira sob um contestado acordo da União Europeia com o intuito de fechar a principal rota de chegada à UE, pela qual milhões de pessoas atravessaram o mar Egeu para a Grécia no ano passado.

Sob um acordo criticado por agências de refugiados e manifestantes de direitos humanos, Ancara irá receber todos os imigrantes e refugiados que entrarem ilegalmente na Grécia, incluindo sírios, em troca de a UE receber milhares de refugiados sírios diretamente da Turquia e pagar mais dinheiro diretamente ao país, oferecer isenção de vistos iniciais e fazer avançar as negociações para a entrada da Turquia na UE.

Dois barcos de passageiros com bandeiras turcas carregando 131 imigrantes desembarcaram na cidade turca de Dikili nesta segunda-feira, acompanhados por duas fragatas da guarda costeira turca e um helicóptero da polícia, disse uma testemunha da Reuters.

Uma autoridade da guarda costeira na ilha grega de Chios disse à Reuters que 66 pessoas, na maioria afegãs, também foram enviadas à Turquia em um terceiro barco na manhã desta segunda-feira.

O objetivo do acordo entre Turquia e UE é desencorajar imigrantes a fazer as travessias ilegais, muitas vezes realizadas em pequenos barcos, e quebrar o modelo comercial de tráfico de pessoas que impulsionou a maior onda imigratória na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos