Jucá diz que decisão do PMDB de desembarcar do governo não foi precipitada

BRASÍlIA (Reuters) - O senador Romero Jucá (PMDB-RR), presidente em exercício do PMDB, disse nesta terça-feira que a decisão do partido de deixar o governo da presidente Dilma Rouseff não foi precipitada e prometeu buscar a unidade da legenda.

Em discurso no Senado após assumir o comando do partido depois de o vice-presidente Michel Temer se licenciar da presidência do PMDB, Jucá disse que assume o posto pois Temer vinha sendo alvo de ataques e "armações" e não poderia "descer à planície" para expor posições e fazer o enfrentamento em nome da sigla.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos