Vivendi diz que investimento na Telecom Italia não visa corte de empregos

MILÃO (Reuters) - O grupo de mídia francês Vivendi disse nesta quinta-feira que seu investimento na Telecom Italia não visa corte de empregos, depois de reportagens afirmarem que 15 mil trabalhadores poderiam ser dispensados da companhia italiana de telefonia.

"A Vivendi está na Itália para desenvolver e investir no longo prazo e não para cortar empregos", disse um porta-voz para a Vivendi na Itália em comunicado por email.

O grupo francês é o maior acionista da Telecom Italia com uma fatia de 24,9 por cento. A Telecom Italia é dona da TIM no Brasil.

A imprensa italiana disse nesta quinta-feira que 15 mil postos de trabalho no grupo poderiam estar em risco como resultado da competição com a estatal Enel sobre o desenvolvimento de rede de fibra ótica.

(Por Giulia Segreti)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos