Filha de Paul Walker fecha acordo de US$10,1 mi por morte de ator

(Reuters) - A filha de 17 anos do falecido ator Paul Walker chegou a um acordo de 10,1 milhões dólares com os herdeiros do homem que dirigia o carro que se acidentou e matou os dois, em 2013, afirmou seu advogado nesta sexta-feira.

Walker era passageiro em um Porsche Carrera GT dirigido por Roger Rodas quando o carro, viajando a velocidades de 129 a 150 quilômetros por hora, bateu em árvores e em um poste em Santa Clarita, a noroeste de Los Angeles.

O advogado de Meadow Walker, Jeff Milam, disse em um comunicado que o acordo entraria como um crédito para a adolescente.

O acordo, alcançado em novembro de 2014, não foi divulgado por quase um ano e meio porque foi arquivado sob "Meadow W.", segundo o site sobre celebridades TMZ, que publicou primeiro a notícia.

Segundo a nota de Milam, Rodas foi apenas parcialmente responsável pelo acidente, e o acordo compreende um "fração do que o pai dela teria recebido como astro de cinema internacional".

A morte de Walker aos 40 anos levou a uma paralisação na produção de "Velozes e Furiosos 7", o último filme da série de ação sobre corridas de rua que impulsionou sua carreira.

(Reportagem de Curtis Skinner em San Francisco)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos