ONS revê projeção de carga de energia no país em abril para queda de 1,4%

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia do sistema interligado do Brasil deverá cair 1,4 por cento em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado, apontou nesta sexta-feira o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que revisou projeção divulgada na semana anterior, de alta de 2,9 por cento.

O consumo de energia elétrica no país tem caído fortemente desde o ano passado, após uma forte elevação nas tarifas e em meio ao recrudescimento da recessão.

Houve forte revisão para baixo da carga esperada pelo ONS em todas regiões, com expectativa de retração de 1 por cento no Sudeste e Centro-Oeste, ante previsão anterior de alta de 4,7 por cento, enquanto as projeções para o Nordeste passaram de alta de 2,3 por cento para queda de 2,7 por cento.

A demanda em abril deverá crescer frente a 2015 apenas no Norte, com 1,3 por cento, ainda assim bem abaixo da variação positiva de 4,4 por cento esperada no boletim da semana anterior.

O ONS também reduziu as projeções de chuva nos reservatórios das hidrelétricas, com perspectivas de que o Sudeste receba em abril afluências em 77 por cento da média histórica, ante 84 por cento na previsão anterior.

Com isso, a região, que concentra as usinas com maior capacidade de armazenamento no país, deverá fechar o mês com 58,4 por cento da capacidade nas hidrelétricas, praticamente estável ante o nível atual.

No Nordeste, também espera-se estabilidade nas represas até o final do mês, com a projeção de chuvas para abril tendo caído para apenas 26 por cento da média histórica, ante uma expectativa já pessimista de 28 por cento na semana anterior.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos