Grécia condena uso de gás e balas de borracha contra imigrantes pela Macedônia

Por Stoyan Nenov

IDOMENI, Grécia (Reuters) - Dezenas de imigrantes e refugiados ficaram feridos neste domingo, quando a polícia da Macedônia usou gás lacrimogêneo e balas de borracha contra a multidão reunida no lado grego da fronteira, denunciaram trabalhadores de organizações de ajuda humanitária, num ato classificado por Atenas como “perigoso e deplorável”.

Mais de 10 mil imigrantes e refugiados encontram-se retidos no posto de fronteira grego de Iomeni desde fevereiro, depois que uma série de fechamentos de fronteiras cortou a rota até a Europa central e ocidental.

Mais cedo, a tentativa de um grupo grande de imigrantes em cruzar a cerca na fronteira resultou em confronto, disse uma autoridade da Macedônia.

A Grécia disse que a polícia do lado macedônio da fronteira lançou gás lacrimogêneo, bombas de efeito moral e atirou balas de borracha para forçar os imigrantes a recuar. As autoridades macedônias confirmaram somente o uso de gás lacrimogêneo.

Um vice-coordenador de campo que acompanhava uma equipe da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) disse à Reuters que, das mais de 300 pessoas atendidas, mais de 30 tinham lesões causadas por balas de borracha.

Um comunicado à imprensa divulgado pelo MSF citou um médico da organização afirmando que crianças foram levadas a sua clínica de campanha com lesões nas cabeças causadas por balas de borracha.

A polícia de Skopje disse que três policiais também ficaram feridos.

Uma autoridade macedônia que pediu para não ser identificada disse que um grupo grande de imigrantes deixou o acampamento de Idomeni neste domingo e investiu contra a cerca na fronteira. “Eles jogaram pedras contra a polícia macedônia. A polícia respondeu atirando gás lacrimogêneo”, disse o oficial.

Mais de um milhão de pessoas que fogem de conflitos afluíram à Europa, sobretudo através da Grécia, no ano passado.

Atualmente, a União Europeia implementa um acordo segundo o qual todas as pessoas que chegarem à Grécia serão enviadas de volta à Turquia caso não atendam aos critérios para o pedido de asilo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos