Forte terremoto no sul da Ásia deixa ao menos 6 mortos no Paquistão

ISLAMABAD (Reuters) - Seis pessoas morreram no norte do Paquistão, embora não pareça haver danos generalizados, após um forte terremoto que atingiu grandes cidades de todo o sul da Ásia no fim de semana, disseram autoridades nesta segunda-feira.

O terremoto de magnitude 6,6 registrado no domingo assustou moradores na capital afegã, Cabul, e forçou moradores de alguns edifícios altos a fugir para as ruas da capital indiana, Nova Délhi.

O tremor também foi sentido em Islamabad e Lahore, no leste do Paquistão, a cerca de 630 quilômetros do epicentro do terremoto no remoto nordeste do Afeganistão, na área de fronteira com o Tajiquistão e do outro lado do estreito de terra de Chitral --um distrito da província de Khyber Pakhtunkhwa, no noroeste do Paquistão.

A Autoridade Nacional de Gestão de Desastres do Paquistão informou que cinco pessoas morreram em Khyber Pakhtunkhwa. Outra morte foi registrada no Estado de Gilgit-Baltistan. Pelo menos sete pessoas ficaram feridas no Paquistão, muitas delas na cidade fronteiriça de Peshawar.

Não houve relatos imediatos de danos generalizados no Afeganistão ou na Índia, apesar de o terremoto ter sacudido edifícios nos dois países por mais de um minuto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos