Maioria da bancada do PSB no Senado é a favor de impeachment, diz líder

SÃO PAULO (Reuters) - A maioria da bancada do PSB no Senado é favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, disse em nota divulgada nesta segunda-feira o líder da bancada do partido na Casa, senador Antonio Carlos Valadares (SE), após a Executiva Nacional da sigla anunciar posição favorável ao impedimento.

"Afirmo que a nossa bancada por sua maioria é favorável à abertura de investigação no Senado e que, na reunião da Executiva Nacional, juntamente com o senador Fernando Bezerra (PSB-PE), votamos hoje sim, pelo impeachment", disse Valadares na nota.

Na bancada de sete senadores do PSB, os senadores Lídice da Mata (BA) e João Capiberibe (AP) já se manifestaram contra o impeachment de Dilma.

Em nota, Lídice reiterou sua posição contrária ao impedimento de Dilma e disse que a decisão da Executiva do PSB não obriga os parlamentares da legenda a votarem favoravelmente ao impeachment.

"Esclareço que defendi durante o encontro o que venho dizendo faz muito tempo: que essa não é a solução para a grave crise que o país atravessa. Ao contrário, vai agravar ainda mais. Outros integrantes da Executiva também se posicionaram dessa maneira", disse a senadora.

"Apesar da nota (da Executiva), não houve nenhuma decisão obrigando os parlamentares da legenda a votar a favor do impeachment. Diante disso, a minha posição continua a mesma, ou seja: contra o impedimento."

Mais cedo, a Executiva do PSB anunciou posição favorável ao impeachment e orientou as bancadas do partido a votarem de acordo com a decisão partidária. O PSB tem também 31 representantes na Câmara dos Deputados, onde tramita atualmente o pedido de abertura de processo de impeachment contra Dilma.

A comissão especial do impeachment na Câmara deve votar nesta segunda o relatório favorável ao impedimento elaborado pelo deputado Jovair Arantes (PTB-GO). São necessários 342 votos no plenário da Câmara para dar seguimento ao pedido de instauração de processo de impeachment e encaminhá-lo ao Senado.

(Por Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos