Ucrânia se tornou "muito volátil" após renúncia de premiê, diz Conselho Europeu

BRUXELAS (Reuters) - A Ucrânia se tornou "muito volátil" desde que o primeiro-ministro Arseny Yatseniuk renunciou, disse o chefe do Conselho Europeu nesta segunda-feira, pedindo pela formação urgente de um novo governo e por progresso mais rápido nas reformas.

Yatseniuk apresentou a renúncia no domingo, abrindo caminho para a busca por um governo mais estável para a Ucrânia, que enfrenta uma crise econômica e um conflito com rebeldes apoiados pela Rússia na região leste.

"A situação na Ucrânia agora está muito volátil", disse Thorbjoern Jagland a repórteres em Bruxelas. "É urgente que estabeleçam um novo governo e ainda mais urgente que acelerem o processo de reformas".

Reformas no sistema judiciário e penal ucraniano, assim como a descentralização, são pontos-chave para a reconquista da confiança pública, disse. "Um novo governo terá que levar isso de uma maneira mais firme do que até agora", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos