China pode avaliar exportar estoques de milho, diz executivo da Cargill

LAUSANNE, Suíça (Reuters) - A China pode reduzir seus grandes estoques de milho com um aumento da produção de etanol ou até mesmo com exportações dos grãos, disse nesta terça-feira o presidente da Cargill para cadeia de suprimentos agrícolas.

O executivo Gert-Jan van den Akker disse no evento FT Commodities Summit que há 50 por cento de chances de que a China possa exportar parte de seus estoques.

(Por Sarah McFarlane e Dmitry Zhdannikov)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos