Milan demite técnico Mihajlovic depois de menos de uma temporada

MILÃO (Reuters) - O Milan demitiu o técnico Sinisa Mihajlovic nesta terça-feira, depois de menos de uma temporada no cargo, o que fez dele o quarto treinador dispensado pelo clube italiano em pouco mais de dois anos.

Sete vezes campeão europeu, o Milan quase certamente ficará de fora da Liga dos Campeões pela terceira temporada consecutiva e informou que o técnico da equipe júnior, Cristian Brocchi, irá assumir pelo resto da campanha.

"Sinisa Mihajlovic foi dispensado de seu posto de técnico do AC Milan", comunicou o clube em seu site oficial.

A decisão, anunciada três dias após o Milan perder por 2 x 1 para a Juventus em casa, seu quinto jogo seguido sem vitórias, veio após uma reunião entre o presidente do time, Silvio Berlusconi, o executivo-chefe, Adriano Galliani e Brocchi na segunda-feira, de acordo com reportagens da mídia italiana.

Ex-jogador do Sampdoria, da Lazio, Inter de Milão e Iugoslávia, Mihajlovic exerceu a função durante 38 partidas, acumulando 19 vitórias, 10 empates e nove derrotas.  

O Milan está na sexta colocação no Campeonato Italiano, 15 pontos distante da Liga dos Campeões, com seis partidas restantes.

Embora o time tenha chegado à final da Copa da Itália, isso não foi considerado suficiente para compensar o desempenho insignificante na Liga Italiana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos