Republicano diz que mais recursos serão necessários para combate ao Zika nos EUA

Por Susan Cornwell

WASHINGTON (Reuters) - O experiente deputado republicano Tom Cole disse nesta quarta-feira que mais recursos serão necessários na luta contra o Zika vírus nos Estados Unidos, sinalizando uma mudança na insistente posição de muitos republicanos de que o governo Barack Obama deveria usar recursos existentes no esforço para combater a ameaça crescente.

O surto do Zika começou no ano passado no Brasil e tem se espalhado rapidamente pelas Américas. Autoridades dos EUA dizem que surtos locais são possíveis no país, principalmente em Estados do sul como Texas e Flórida, onde está ativo o mosquito que transmite o vírus, o Aedes aegypti.

Democratas e representantes do governo têm insistido para que o Congresso controlado pelos republicanos destine quase 1,9 bilhão de dólares em fundos de emergência par combater o vírus. Numa medida temporária, a Casa Branca declarou na semana passada que iria redirecionar 589 milhões de dólares já alocados para se preparar para a chegada do Zika nos EUA continental.

O deputado Cole, que preside o subcomitê de recursos para a saúde, disse que os fundos devem durar até o fim do ano fiscal do governo em 30 de setembro.

“Haverá a necessidade de dinheiro adicional. Eu não acho que há dúvidas a respeito disso”, declarou Cole à imprensa depois de uma reunião dos republicanos. “Nós estamos tendo discussões sobre isso agora.”

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos