Cunha prometeu reconsiderar ordem de deputados na votação do impeachment, diz líder do DEM

BRASÍLIA (Reuters) - O líder do DEM na Câmara, Pauderney Avelino (AM), disse nesta quinta-feira que o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prometeu rever a decisão de realizar a votação do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff partindo de deputados do sul para o norte do país, e em vez disso fazer uma votação alternada entre as regiões.

Cunha havia decidido na quarta-feira que os deputados do Sul seriam os primeiros a votar sobre a autorização para instauração do processo de impeachment contra Dilma e os representantes do Norte seriam os últimos.

"Conversei com ele hoje de manhã. O regimento interno diz que tem que ser alternadamente e ele me disse que ia reconsiderar a decisão dele", disse o líder do DEM.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos