Soja do RS tem risco de perdas por chuvas no fim da safra, diz Emater

SÃO PAULO (Reuters) - Produtores do Rio Grande do Sul, o terceiro maior produtor de soja do Brasil, estão preocupados com as chuvas que têm atingido o Estado durante o estágio já avançado da colheita, o que poderá resultar em perda de produtividade se as precipitações continuarem, segundo boletim semanal da Emater/RS-Ascar, órgão ligado ao governo estadual.

"No momento, os produtores estão bastante apreensivos, pois a partir deste ponto praticamente todas as áreas que estão em fase de maturação e passíveis de serem colhidas correm o risco de perdas na produção, caso persista a instabilidade climática", afirmou em comunicado a Emater.

A Emater espera que o Rio Grande do Sul colha safra recorde de 16,1 milhões de toneladas nesta temporada.

A colheita avançou apesar das condições climáticas adversas, disse a Emater, atingindo 55 por cento da área nesta quinta-feira, ante 45 por cento do total na semana passada.

De acordo com o órgão, o excesso de chuvas no Estado pode causar perdas das plantas que já estão maduras para a colheita, total que representa 30 por cento da safra atualmente.

A colheita do milho, por sua vez, atingiu 80 por cento da área cultivada no Estado na semana, "mantendo a produtividade em patamar elevado", disse a Emater.

 

(Por Natália Scalzaretto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos