Autor do pedido de impeachment ataca Dilma e diz que golpe foi mascarar situação fiscal

BRASÍLIA (Reuters) - O jurista Miguel Reale Jr., um dos autores do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, fez ataques contra o governo em pronunciamento no plenário da Câmara dos Deputados no início do trâmite de votação do processo na Casa, nesta sexta-feira, afirmando que houve um "golpe" quando o governo mascarou a situação fiscal do país.

"Quero lhes dizer que golpe sim houve quando se sonegou a revelação de que o país estava quebrado. Golpe sim houve quando se mascarou a situação fiscal do país e continuaram a fazer imensos gastos públicos e tiveram que se valer de entidades financeiras controladas pela própria União para mascarar a situação da nação brasileira e do Tesouro Nacional”, afirmou, fazendo referência às chamadas "pedaladas fiscais" que embasam o pedido de impedimento.

Após a fala de Reale, o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, fará a defesa da presidente Dilma no plenário da Câmara.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos