Dilma divulgará mensagem em redes sociais após cancelar pronunciamento em rádio e TV

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff suspendeu pronunciamento que faria na noite desta sexta-feira em cadeia de rádio e televisão e decidiu fazer a defesa de seu governo através das redes sociais, a dois dias da votação de processo de impeachment na Câmara dos Deputados.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) informou que havia tomado a decisão de veicular mensagem em rádio e TV, mas que, após "avaliação sobre a estratégia mais adequada para o momento, decidimos que o vídeo da presidenta Dilma alcançaria seus objetivos se amplamente veiculado pela Internet".

Uma fonte do Palácio do Planalto disse que a decisão de distribuir o vídeo pelas redes sociais foi por uma questão de "eficácia política". Dilma recorreu recentemente às redes sociais para se manifestar, após seus pronunciamentos em cadeia de rádio e televisão terem gerado "panelaços" em várias cidades.

Após a divulgação, pela manhã, de que a presidente faria um pronunciamento em cadeia de rádio e TV, o partido Solidariedade entrou na Justiça Federal com uma ação civil pública para barrar o pronunciamento, alegando que ela estaria usando "a máquina pública em horário nobre para se defender da votação de domingo".

A 6a. Vara Federal do Distrito Federal indeferiu no início da noite desta sexta-feira a ação do Solidariedade, ma decisão de não usar cadeia nacional foi mantida.

(Por Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos