Executiva do PP fecha questão pelo impeachment

(Reuters) - A executiva nacional do PP decidiu nesta sexta-feira fechar questão pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, no mais recente revés nos esforços do governo para barrar o processo de impedimento em votação marcada para domingo.

O partido decidiu fechar questão após surgir uma dissidência na bancada do partido contrária ao impedimento da petista. O deputado Waldir Maranhão (PP-MA), vice-presidente da Câmara dos Deputados, divulgou vídeo defendendo voto contrário ao impedimento, a despeito do partido ter anunciado que encaminharia voto favorável ao impeachment e entregaria seus cargos no governo.

Segundo a Agência Câmara, com a decisão da executiva, os parlamentares do PP que votarem contra o impedimento poderão ser punidos, mas isso será decidido caso a caso.

O PP tem 45 deputados e seis senadores. São necessários os votos de 342 deputados para autorizar a instauração de procedimento de impeachment contra Dilma na votação no plenário da Câmara, marcada para domingo.

(Por Eduardo Simões, em São Paulo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos