Erdogan diz que Turquia e Irã precisam cooperar para combater terrorismo e sectarianismo

ANCARA (Reuters) - O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse neste sábado que seu país e o vizinho Irã precisam trabalhar juntos para combater o terrorismo e o sectarianismo que vêm assombrando a região.

    Ancara e Teerã estão profundamente divididas em suas visões sobre a guerra Síria, mas estão buscando impulsionar os laços comerciais após o levantamento de sanções internacionais contra o Irã em janeiro.

   Em entrevista coletiva conjunta com o presidente do Irã, Hassan Rouhani, em Ancara, Erdogan disse que é de interesse dos dois países minimizar as diferenças de opinião entre os dois.

    “Temos de trabalhar juntos para superar os problemas do terrorismo e do sectarianismo e as crises humanitárias relacionadas que estão sacudindo nossa região”, disse Erdogan.

   O Irã tem sido um forte aliado estratégico do presidente da Síria, Bashar al-Assad, desde o início do levante contra ele, enquanto a Turquia tem sido um de seus maiores críticos, apoiando seus oponentes e oferecendo refúgio a combatentes rebeldes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos