Reuters e New York Times dividem Pulitzer de fotografia; AP vence prêmio por serviço público

NOVA YORK (Reuters) - A Reuters e o New York Times dividiram o Prêmio Pulitzer de fotografia de notícia pelas imagens da crise migratória na Europa e no Oriente Médio, disse o Conselho do Pulitzer nesta segunda-feira, ao anunciar a mais importante premiação do jornalismo norte-americano.

A Associated Press ganhou o prêmio de serviço público por uma reportagem sobre abuso trabalhista na indústria de frutos do mar, e o Los Angeles Times levou o prêmio de reportagem noticiosa pela cobertura do massacre de San Bernardino.

O New York Times tinha um retrospecto de 117 referências e prêmios Pulitzer antes do anúncio deste ano e acrescentou dois mais em 2016, também ganhando o de reportagem internacional.

O Boston Globe, o Tampa Bay Times e a revista The New Yorker também levaram dois prêmios cada um.

Os vencedores das 21 categorias foram anunciados na Universidade de Columbia, em Nova York, que administra o prêmio, agora no seu centésimo ano. A premiação começou em 1917 depois de uma doação de Joseph Pulitzer, editor e dono de jornal.

(Por Daniel Trotta e Frank McGurty)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos