Ataques aéreos a mercado matam 40 pessoas em território da oposição na Síria

BEIRUTE (Reuters) - Ataques aéreos em um mercado comandado pela oposição no noroeste da Síria mataram cerca de 40 pessoas e feriram dezenas nesta terça-feira, disseram um comandante rebelde, um membro da equipe de resgate e um grupo monitor da guerra.

Não estava claro se os ataques aéreos foram realizados por aviões de guerra sírios ou russos, que foram enviados à Síria para apoiar o presidente sírio, Bashar al-Assad.

O membro da equipe de resgate disse que 38 pessoas foram mortas na cidade de Maarat al-Numan, na província de Idlib, e que 10 pessoas também foram mortas em um ataque aéreo na cidade de Kafr Nubl.

"Temos mais de 20 carros que estão levando mortos e feridos para hospitais na região", disse Ahmad Sheikho, membro da defesa civil, serviço de resgate que opera em território da oposição.

"O ataque aéreo ao mercado central de vegetais (em Maarat al-Numan) foi cerca de meio-dia. Outro ataque aéreo na mesma hora atingiu o mercado de Kafr Nubl", disse Sheikho.

Ahmed al-Seoud, chefe da 13ª Divisão, facção apoiada por outros países e que luta sob o Exército Sírio Livre, disse à Reuters que os ataques aéreos atingiram em maioria o mercado central de vegetais, matando cerca de 40 pessoas e ferindo cerca de 80.

O Observatório Sírio para Direitos Humanos, grupo sediado na Grã-Bretanha que monitora o conflito através de uma rede de fontes, relatou que 37 pessoas foram mortas em Maarat al-Numan e sete foram mortas em Kafr Nubl.

(Reportagem de Lisa Barrington e Tom Perry)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos