China já fez "mais do que o suficiente" para reduzir capacidade siderúrgica, diz ministério

PEQUIM (Reuters) - A China já fez "mais do que o suficiente" para reduzir capacidade do setor siderúrgico, afirmou nesta terça-feira o porta-voz do Ministério do Comércio do país.

Questionado sobre que medidas o governo chinês tomará após o fracasso na reunião da indústria em Bruxelas realizada na segunda-feira, o porta-voz Shen Danyang afirmou a jornalistas: "a China já fez mais do que o suficiente. O que mais vocês querem que nós façamos?"

A China e outros grandes produtores de aço do mundo não conseguiram alcançar um acordo na segunda-feira sobre medidas para combater a crise no mercado siderúrgico global, com ambos os lados discordando sobre as causas do excesso de capacidade no setor e se Pequim está contribuindo com a sobrevivência de empresas deficitárias.

O porta-voz comentou ainda que a China vê grande potencial para crescimento da demanda doméstica por aço. Segundo ele, a fraqueza da economia e encolhimento da demanda global por aço são o principal problema ligado ao excesso de oferta do setor no mundo.

Shen acrescentou que protecionismo comercial não é produtivo.

(Por Sue-lin Wong)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos