França promete resposta armada em 20 minutos para ataques militantes

Por Julie Carriat

PARIS (Reuters) - A França irá garantir uma resposta em 20 minutos da polícia e de unidades militares antiterrorismo para qualquer futuro ataques militantes, após os ataques do Estado Islâmico em Paris em novembro, disse o ministro do Interior nesta terça-feira.

Além de mais membros da segurança, unidades de especialistas terão autorizações para ignorar os métodos tradicionais de responsabilidades entre polícia e forças militares, que podem permitir uma resposta armada a tempo, disse Bernard Cazeneuve.

As medidas irão garantir uma resposta de no mínimo 20 minutos a ataques à população em qualquer lugar na França, disse.

"Em uma crise nossos cidadãos esperam colaboração sem erros a todo tempo", disse Cazeneuve durante entrevista coletiva. "Não há tempo para competição entre forças, mas há para unidade, recursos e cooperação em nosso interesse comum."

Após o ataque de 13 de novembro na casa de shows Bataclan, que deixou 90 pessoas mortas, questões foram levantadas sobre motivo de a operação da polícia ter sido ordenada duas horas e 40 minutos após os militantes atirarem em civis.

Mais 40 pessoas foram mortas em ataques a tiros coordenados em bares e restaurantes próximos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos