Ministro dos Portos pede demissão; Dilma definirá data da saída, dizem fontes

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Secretaria dos Portos, Helder Barbalho (PMDB), pediu demissão do cargo à presidente Dilma Rousseff, disseram nesta terça-feira à Reuters três fontes com conhecimento sobre o assunto.

Segundo uma das fontes governistas, Barbalho apresentou seu pedido à Dilma na noite de segunda-feira. A presidente teria aceitado, segundo essa fonte, e a data da saída será definida por ela.

Na conversa, segundo duas essas fontes, uma do governo e outra do PMDB, Barbalho teria dito que, após a decisão da Câmara dos Deputados de aprovar a abertura do processo de impeachment, vai seguir a determinação do seu partido de desembarcar do governo.

(Por Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos