Votação para mudar meta fiscal no Congresso depende de acordo de líderes, indica Renan

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta quarta-feira que a votação direta em sessão do Congresso Nacional do projeto que altera a meta fiscal deste ano, sem passar pela Comissão Mista de Orçamento (CMO), depende de requerimento de urgência.

Ele lembrou, contudo, que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já afirmou que o funcionamento da Casa seria exclusivamente atrelado ao processo de impeachment.

A votação da alteração da meta fiscal pulando a etapa da CMO deve ser acertada por acordo de líderes.

Contudo, não é possível realizar sessão conjunta do Congresso sem quórum na Câmara.

(Por Marcela Ayres)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos