Discurso de Dilma na ONU será voltado para o clima e terá breve menção à democracia, diz fonte

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff vai usar seu discurso na sessão de assinatura do acordo de Paris sobre o clima na ONU, nesta sexta-feira, para celebrar o pacto contra as mudanças climáticas, e fará apenas uma breve menção à democracia, disse à Reuters uma fonte do Palácio do Planalto.

"É um discurso breve, focado na mudança do clima. Será feita uma referência sutil à democracia, uma coisa diplomática", disse a fonte sobre o pronunciamento da presidente, que deve ter cerca de três minutos de duração.

Durante a semana, foram divulgadas informações de que Dilma usaria a tribuna na ONU para denunciar o impeachment como golpe, o que levou a Câmara dos Deputados a autorizar a viagem de emergência de dois parlamentares para contraditar o discurso da presidente.

De acordo com a fonte palaciana, essa nunca foi a intenção da presidente, apesar de ministros e fontes do PT terem divulgado esta versão.

A presidente, no entanto, pretende dar entrevistas em Nova York para falar do impeachment e dar sua visão dos fatos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos