Grécia diz que demandas turcas obstruem missão da Otan no Egeu

ATENAS (Reuters) - As demandas da Turquia representam obstáculos para a missão da Otan no mar Egeu que tem o objetivo de conter o tráfico de imigrantes e refugiados para a Europa, disse o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, nesta sexta-feira.

A Otan enviou navios para águas da Grécia e da Turquia no Egeu em março. Na quinta-feira, a aliança militar informou que o número de imigrantes e refugiados cruzando o mar da Turquia estava caindo significativamente, mas traficantes podem rapidamente mudar rotas e autoridades não podem reduzir esforços de segurança prematuramente.

Falando após encontro com o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, em Atenas, Tsipras disse que os obstáculos incluem a falta de acesso operacional total na região.

"A Grécia irá acatar qualquer esforço para que a missão da Otan contribua para a solução da crise", disse Tsipras.

"Infelizmente é evidente que os obstáculos... surgem das demandas e posições unilaterais da Turquia. Demandas e posições que infelizmente também são expressas por um aumento de atividades que violam nosso espaço aéreo."

A Europa assinou um acordo com a Turquia no mês passado para bloquear a principal rota para a Europa para mais de um milhão de pessoas, a maioria fugindo da guerra e pobreza no Oriente Médio, Ásia e África.

(Reportagem de George Georgiopoulos e Lefteris Papadimas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos