Panamá recolhe documentos em escritório da Mossack Fonseca em meio a investigação

CIDADE DO PANAMÁ (Reuters) - Investigadores panamenhos estiveram nesta sexta-feira em uma propriedade usada pela Mossack Fonseca, o escritório de advocacia no centro de um vazamento de dados financeiros sobre empresas offshore, e retiraram sacos cheios de documentos, disse um promotor local.

"Nós recolhemos uma grande quantidade de provas encontradas no local", disse o investigador sobre crime organizado Javier Caraballo.

Ele afirmou que eles também encontraram muitos papéis rasgados que levaram como prova.

Vazamentos do escritório de advocacia baseado no Panamá, conhecidos como "Panamá Papers", envolveram vários líderes mundiais.

(Reportagem de Elida Moreno)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos