Fase mais amena de Trump não significa mudança em propostas, diz assessor

Emily Stephenson

  • John Moore/Getty Images/AFP

    Donald Trump comemora vitória da primária de NY

    Donald Trump comemora vitória da primária de NY

(Reuters) - O estilo recente mais comportado do candidato à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano Donald Trump não é um sinal de que ele irá recuar em propostas centrais de sua campanha, como a que prevê um muro na fronteira com o México, afirmou seu principal assessor neste domingo (24).

Paul Manafort, principal assessor do candidato, rechaçou as acusações de seu rival pela nomeação republicana Ted Cruz dando conta que o bilionário do mercado imobiliário teria mentido em suas propostas de imigração para "enganar eleitores ingênuos".

Cruz fez a declaração depois que Manafort afirmou em reunião com membros da alta cúpula do Partido Republicano que o líder do partido nas pesquisas iria mudar sua imagem e deixá-la mais "amena". Na ocasião, o senador disse que o papel que Trump está encenando está evoluindo.

"Eu nunca disse que Trump não iria construir um muro. Eu nunca disse que Trump mudaria alguma de suas posições", disse Manafort à Fox News neste domingo.

Manafort ainda afirmou que Cruz estaria tentando desviar o foco de sua desvantagem nas pesquisas, que mostram Trump à frente nas primárias em Pensilvânia e outros estados.

Ele prevê que seu candidato conquiste a nomeação em primeira instância na Convenção Nacional Republicana em julho. Até agora, Trump venceu em mais estados que Cruz, mas Cruz quer evitar que seu adversário junte os 1.237 delegados necessários para assegurar a nomeação no encontro de Cleveland.

"Ele está tentando dizer que o processo não importa. Está dizendo que a votação não importa. Está dizendo que tudo o que importa é destruir o partido e ver quem consegue juntar os cacos em uma segunda, terceira ou quarta votação", disse Manafort a respeito do senador do Texas. "Não vamos deixar isso acontecer."

Também neste domingo, o presidente do conselho do Comitê Nacional Republicano, Reince Priebus, minimizou o comentário do bilionário conservador Charles Koch de que "é possível" que a líder nas pesquisas do lado democrata Hillary Clinton seja uma presidente melhor do que os republicanos na disputa.

Donald Trump já fala como virtual candidato pelos republicanos

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos