Migrantes buscam novas rotas para os Bálcãs após fechamento de fronteiras oficiais

IDOMENI, Grécia (Reuters) - Depois de semanas encalhados em uma fronteira fechada no norte da Grécia, migrantes e refugiados estão buscando novas e irregulares rotas para chegar à Macedônia, atravessando florestas e colinas com esforço durante a noite.

Enquanto o crepúsculo caía na noite de sábado, uma testemunha da Reuters viu um grupo de até 70 pessoas cruzando para a Macedônia a partir da Grécia em um ponto onde não há vedação de arame farpado entre os dois países. Eles dispararam de dentro de uma floresta, se escondendo das autoridades.

O local fica a cerca de 20 quilômetros, ou quatro horas de caminhada a partir de Idomeni, uma cidade de tendas que hospedam milhares de refugiados e migrantes retidos por fechamentos de fronteiras nos Balcãs em fevereiro.

Outros na área de acampamento também estavam ponderando suas opções para sair de Idomeni e encontrar pontos vulneráveis ​​ao longo da fronteira para atravessar para os Bálcãs, a via preferida para a Europa Ocidental.

"Não há outra solução", disse Moutaz, um sírio de Aleppo.

"Deixe (outros) colocarem-se na minha posição, o que fariam com esta vida que estamos vivendo? Será que eles ficariam 'ok' com isso, o que está acontecendo e o que estão vendo?", disse.

Organizações de direitos humanos dizem que as condições de vida em Idomeni são terríveis.

(Por Michele Kambas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos