Grécia retoma negociações com credores sobre reformas do programa de resgate

ATENAS (Reuters) - A Grécia retomou as negociações com seus credores em Atenas nesta segunda-feira sobre as reformas que precisa fazer para concluir a revisão de seu programa de resgate e destravar mais de 5 bilhões de euros em ajuda financeira.

As reformas em discussão incluem mudanças nas aposentadorias e impostos, além de medidas adicionais que Atenas teria que adotar caso não atinja as metas orçamentárias determinadas no bilionário pacote de resgate assinado com a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional(FMI), em agosto.

Essas "medidas contingenciais" seriam usadas apenas se as medidas regulares não forem suficientes para gerar um superávit primário de 3,5 por cento do PIB até 2018.

As medidas, que devem produzir economia no orçamento de 2 por cento do PIB, ainda não foram identificadas e Atenas diz que a lei grega não permite que tais políticas sejam regulamentadas antecipadamente.

"Não se pode sancionar 'x' se 'z' acontecer em 2018 ou 2019", disse o ministro das Finanças, Euclid Tsakalotos, após se reunir com seus colegas da zona do euro em Amsterdã na sexta-feira, acrescentando que Atenas está trabalhando com os credores em uma solução.

(Reportagem de Renee Maltezou e Lefteris Papadimas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos