Commodities ajudam e Bovespa sobe 2,35%, com cena política e balanços no radar

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta nesta terça-feira, após três quedas seguidas, amparado no cenário externo, particularmente o avanço de commodities, com agentes financeiros ainda especulando sobre uma eventual nova equipe econômica.

O noticiário corporativo também repercutiu no pregão, com destaque para a alta de 7 por cento de Localiza após resultado acima do esperado.

O Ibovespa subiu 2,35 por cento, a 53.082 pontos.

O volume financeiro somou 6,3 bilhões de reais.

Na visão de profissionais da área de renda variável, o movimento das commodities, em particular a alta dos preços do petróleo, foi o principal suporte para os ganhos no Brasil, apesar da relativa fraqueza em Wall Street.

A cautela antes da decisão de política monetária do Federal Reserve prevaleceu nas bolsas em Nova York, mas o petróleo encontrou suporte no dólar mais fraco e acompanhou um rali no mercado da gasolina.

A melhora na Bovespa ocorreu após um movimento de realização de lucros em quatro de cinco pregões, após a Câmara dos Deputados ter aprovado no dia 17 de abril o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A recuperação foi endossada por novas indicações que o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles deve voltar ao governo em uma eventual gestão do vice-presidente Michel Temer, caso o Senado aprove o afastamento da presidente Dilma por até 180 dias.

"Meirelles ajudaria a neutralizar os ataques de Lula e do PT, uma vez que Meirelles é, em grande medida, a personificação do que deu certo, no front da política econômica, nos anos do PT", disse o ex-diretor do BC Mario Mesquita.

Em nota a clientes comentando sobre os prós e contras entre Meirelles e o senador José Serra (PSDB-SP), que aparecem entre os mais cotados para o Ministério da Fazenda em eventual governo Temer, Mesquita disse que a vantagem de Meirelles refere-se ao impacto no mercado e nos negócios.

Mesquita, que esteve no BC durante a gestão de Meirelles e hoje está à frente da equipe de economia do banco Brasil Plural, também tem sido ventilado na mídia como candidato para assumir algum posto em um eventual novo governo, como o comando do Banco Central.

DESTAQUES

- LOCALIZA avançou 7,22 por cento, entre as maiores altas do Ibovespa, após a empresa de gestão de frotas e aluguel de veículos divulgar lucro de 103 milhões de reais no primeiro trimestre e Ebitda de 258,4 milhões de reais.

- PETROBRAS fechou com as preferenciais em alta de 3,64 por cento, encontrando suporte no avanço do petróleo e nas expectativas políticas, particularmente o fortalecimento do nome de Meirelles para uma eventual nova equipe econômica.

- BANCO DO BRASIL subiu 4,57 por cento, capitaneando a sessão positiva para as ações de bancos, amparadas também nas apostas ligadas ao cenário político.

- VALE reverteu fraqueza inicial e encerrou com as preferenciais em alta de 4,59 por cento, na esteira do avanço de commodities em geral, apesar de novo recuo dos preços do minério.

- GERDAU subiu 5,79 por cento conforme papéis de siderúrgicas também ganharam fôlego durante o pregão. No caso de USIMINAS, que subiu 3 por cento, ainda esteve no radar notícia que a empresa recorreu da decisão da presidência do Cade de permitir que a rival CSN indique membros para o seu Conselho de Administração.

- LOJAS RENNER valorizou-se 1,75 por cento, também abandonando a queda da manhã, quando foi pressionada pelo balanço trimestral, considerado fraco. Na teleconferência sobre o resultado, a varejista disse que espera margens operacionais estáveis em 2016, mas não descarta queda.

- BTG PACTUAL, que não está no Ibovespa, subiu 6,22 por cento, após notícias de que o Supremo Tribunal Federal (STF) revogou a prisão domiciliar do banqueiro André Esteves, ex-presidente-executivo do banco de investimentos.

- BR PROPERTIES, que também não integra o Ibovespa, saltou 10,37 por cento, após a GP Investments elevar o preço na oferta pública de aquisição de ações (OPA) da empresa de investimentos em imóveis para 11 reais por ação ordinária, ante preço anterior de 10 reais por papel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos